Escrito em 13 de jul de 2011

Nova cirurgia para o tratamento de hemorróidas

Categorias: Gastroenterologia, Vídeos    Autor: Hospital 9 de Julho   
 

Na última sexta (18), o Dr. Mateus Rotta, médico coloproctologista do Hospital 9 de Julho, foi entrevistado por Jô Soares em seu programa na Rede Globo.

Na entrevista, o médico tratou de alguns pontos interessantes sobre a doença hemoroidária, popularmente chamada de hemorróidas, e falou sobre a nova cirurgia para reverter o problema.

Confira alguns pontos abordados durante a entrevista:

  • Hemorróida é uma estrutura natural do organismo, o mau funcionamento dessa estrutura é chamado de doença hemorroidária;
  • 50% da população acima dos 50 anos de idade já teve ou tem algum sintoma da doença;
  • Na região, a doença que mais causa dor é a fissura e não a doença hemorroidária;
  • Alguns sintomas da doença são sangramento e coceira no local;
  • A doença hemorroidária é classificada em 4 graus, em ordem crescente quando à gravidade;
  • 1/3 das pessoas que sofrem desse mal necessitam de intervenção cirúrgica;
  • A recuperação da cirurgia de hemorróidas, o chamado pós-operatório, é um tanto dolorosa;
  • A pessoa só volta a exercer suas atividades regularmente após cerca de 35 dias;
  • A cirurgia proporciona 98% de cura;
  • Até 1990 a cirurgia era muito mais traumática e dolorosa;
  • O problema da doença hemorroidária não é na veia, como se pensava até meados de 2.000, mas sim na artéria;
  • A doença é hereditária, por isso, se você tem histórico na família convém se atentar e procurar um médico ao primeiro sinal de manifestação;
  • A nova cirurgia localiza a artéria por ultrassom e dá um ponto nela pra diminuir o fluxo sanguíneo no local;
  • Em seguida, é feito um lifting na gordura e mucosa locais pra que a estrutura volte ao estado anterior à doença;
  • Com o novo procedimento, o tempo de recuperação cai de 35 pra de 3 a 5 dias.

Confira o processo cirúrgico em animação no vídeo da entrevista:

 

Dr. Carlos Mateus Rotta em entrevista no Programa do Jô